EMPREGOS

Video

CUITEGI

FOTOS



Prefeito Fabiano Pedro e Secretária
de Saúde Eliane Santiago



A edição do jornal o Globo do último dia 11/06 ,trouxe a denuncia contra a   prefeitura de Lagoa de Dentro, no agreste paraibano, a prefeitura teria pago a confecção de uma cartilha com orientações contra a COVID-19, sendo que a mesma cartilha é oferecida gratuitamente pelo ministério da saúde, a empresa é fantasma e até o momento a Prefeitura não esclareceu a compra, de R$: 40,0 reais por cada cartilha.

Veja a reportagem do o Globo
Lagoa de Dentro, município com pouco mais de 7 mil habitantes no interior da Paraíba, concluiu no dia 22 de abril uma de suas principais compras na área da Saúde em 2020. Em plena pandemia do novo coronavírus, a prefeitura desembolsou R$ 15 mil — em recursos do Fundo Nacional de Saúde — para comprar e imprimir cartilhas informativas sobre prevenção à Covid-19, apesar de o Ministério da Saúde disponibilizar gratuitamente livretos sobre o assunto. O empresário Jandeilson Araújo Leite, dono da gráfica que celebrou o contrato com o município, recebeu a visita de uma equipe da Polícia Federal no dia seguinte. O motivo: no dia 1º de abril, ele havia firmado um contrato semelhante com a prefeitura de Aroeiras, município de 18 mil habitantes que comprou a impressão de nada menos do que 7 mil exemplares da mesma cartilha, chamada Coronavírus — O combate começa com a informação, a um custo total de R$ 279 mil. A gráfica de Leite era fantasma. As cartilhas não foram encontradas. Até o momento, o contrato com Aroeiras foi rompido, e a prefeitura foi alvo de busca e apreensão. A prefeitura de Lagoa de Dentro tampouco explicou por que optou por comprar a R$ 40 a unidade cada cartilha se podia usar as gratuitas oferecidas pelo Ministério da Saúde.

O Globo

Veja o Pagamento:




3
0 Comentários

Postar um comentário